base
fios
fios
Aranhas

Importantes seres no ecossistema são predadores capazes de regular a população
de outros artrópodes. A grande maioria é inofensiva ao homem, contudo algumas espécies podem causar acidentes graves.

Estima-se que existam aproximadamente 40.000 espécies de aranhas divididas em mais de 100 famílias, dessas apenas 30 famílias são consideradas perigosas para o homem.

Possuem quatro pares de pernas e seu corpo divide-se em duas partes (cefalotórax e abdômen).

Produzem teias que são 5 vezes mais fortes
do que o aço no mesmo diâmetro,
podendo ainda se esticar 4 vezes mais
que seu comprimento inicial.

Nem todas as aranhas constroem teias
e as que as fazem utilizam deste artifício
para caçar insetos.

As principais espécies que apresentam
risco ao homem são:


Aranha Marrom: Possuem hábitos noturnos geralmente mantendo-se escondida durante
o dia, sob cascas de árvores, folhas secas,
atrás de quadros, cantos de parede e etc.
É uma espécie pouco agressiva, mas como
podem também esconder-se em roupas,
pica quando a pessoa se veste.

No ato da picada quase não se sente dor,
que vai se intensificando com o passar
das horas dentre as primeiras 12 a 36 horas.
O local atingido apresenta dor, inchaço, áreas avermelhadas e hemorrágicas, mescladas com áreas de isquemia, podendo ainda apresentar bolhas e sinais de necrose.

Em alguns casos pode evoluir nas primeiras
24 horas com hemólise intravascular e
insuficiência renal, de extrema gravidade.

Aranha Armadeira: Conhecidas também
como aranhas armadeiras são extremamente
agressivas, e tomam a postura de se "armar"
quando se sentem ameaçadas, levantando as
patas dianteiras e eriçando os espinhos.

Medem cerca de 3,5 cm de comprimento
com pernas que podem medir até 5 cm.
Não tecem teia, sendo comumente encontradas em árvores, principalmente bananeiras
e folhagens. Sua picada resulta em dor
violenta no local irradiando pela região atingida.
A vítima deve procurar um hospital
para aplicação de soro antiaracnídico.

Aranha de Jardim ou Tarântula: São pouco
agressivas e possuem hábitos diurnos.
Não tecem teia, sua picada é dolorida, mas,
normalmente, não evolui para casos mais graves.

Viúva-Negra: Apresentam coloração negra
brilhante, com larga mancha vermelha
em forma de ampulheta na superfície ventral
do abdômen. Constroem teias irregulares
entrelaçadas com folhas secas.

Os sintomas da picada surgem dentre 40 e 60
minutos após e ataque ocasionando dor muito
aguda que se irradia por todo o membro
ou local atingido. A vítima deve procurar um
hospital para aplicação de soro antiaracnídico.

Livre-se das Aranhas
com a Hidrojax Serviços.
box
Desenvolvido por: Claudio Gomes